Preds Varrem Blue Jackets, Melhor Início desde O Presidents Trophy

Columbus Blue Jackets 1 - 3 Nashville Predators (14/01 - Nashville, Tennessee)


Para o Opening Night, mostramos mais uma vez bom poder de recuperação e foi mais um terceiro período dominante que nos levou à vitória, o que já se tornou uma constante em nossos jogos.

Apresentação do time para temporada (Foto: John Russell/via Getty Images)

Claro, que não podia faltar o tradicional bagre no gelo bem antes mesmo da partida iniciar, mesmo sem torcida, não perdemos as nossas tradições, e melhor, o bagre ainda estava dentro do protocolo de segurança usando máscara.

Bagre no gelo para não fugir ao costume (Foto: John Russell/via Getty Images)

O jogo em si, pelas duas equipes era fraco no início mas Fabbro acertou a trave usando seu belo punho para um wrist-shoot no início, mas era tudo, até que na metade do período, o mesmo Fabbro comete uma falha bizarra e deixa Boone Jenner em breakaway para abrir o placar. Apesar do equilíbrio em números de disparos, as melhores chances foram de Columbus e Saros fez boa defesas.


No segundo período o jogo não foi melhor, porém Luke Kunin aproveitou um belo passe de Erik Haula, partiu em transição e fez de uma forma de quem realmente sabe para marcar seu primeiro gol como um Predador. Entretanto, além de Saros nos garantir vivos para o período derradeiro, foi tudo que tivemos.


Eis que chega o nosso terceiro período, e uma vitória de faceoff na zona defensiva, Forsberg partiu em transição e no maior estilo "Scoresberg" virou a partida, 2-1 NSH. Bom, só pra constar, os visitantes tinham apenas um disparo na metade do período, e no empty net, Calle Järnkrok fecha o placar. Nós permitimos apenas 3 tiros contra Saros no terceiro.


É claro que é precoce elogiar nosso terceiro par baseado em apenas um jogo, mas não há reclamações sobre Mark Borowiecki e Matt Benning.


Infelizmente esses inícios sonolentos, já costumeiros, que nos custou alguns muitos jogos na última temporada, tem sido cotidiano e se não mudar, nos custará mais alguns, pois nem sempre é possível entrar para o terceiro período ainda dentro do jogo para buscar a vitória. Mas vale lembrar que isso vem desde os últimos meses de Peter Laviolette.


Pontos positivos, para defesas que Juuse Saros não andava fazendo, o goleiro fez grandes defesas nos mantendo dentro do jogo para buscar a vitória. E também para a segunda linha formada por Haula-Duchene-Kunin, que mostrou boa química e consistência, do Kunin eu já esperava bom desempenho, mas o Haula foi realmente bem.


Cole Smith não foi bem, e na verdade, não iria mesmo, o melhor seria Yakov Trenin ou até mesmo Mathieu Olivier que não sente a NHL, já mostrou isso apesar da sua limitação o jogador mostra muita maturidade.


Com o gol anotado, Filip Forsberg (167 gols) se tornou nosso segundo maior artilheiro da história, ficando atrás apenas da lenda David Legwand (210 gols)


Condesed Game:

Gols: Kunin (1) --> Haula (1)

Forsberg (1) --> Richardson (1)

Järnkrok ENG (1) --> Grimaldi (1), Josi (1)


GAMESTATS


SOG - CBJ 30, NSH 35