Preds Development Camp e Future Stars Game


Eeli Tolvanen atendendo aos fãs. Ele se diz mais maduro (Foto: Michael Gallagher)

Que Eeli Tolvanen é o nosso astro do Campo de Desenvolvimento dos Preds ninguém negar, por tudo que já sabemos, mas além disso o garoto tem se destacou no vestiário e liderando o campo. Ele está mais confiante, mais maduro, e ele disse ter ficado tímido no campo ano passado. Agora um pouco mais familiarizado com a América, Tolvanen parece estar olhando para as coisas de forma diferente. Tudo tem sido atentamente observado por todo nossa comissão técnica, e Scott Nichol, diretor do campo e GM do Milwaukee Admirals disse:


"Se você olhar hoje, ele foi o primeiro cara a se estender, liderando o círculo. Apenas aquelas pequenas coisas, ele provavelmente nem sabe que olhamos para isso, mas essas são as características que queremos ver. Queremos que ele assuma o comando deste acampamento."


Excelente notícia, nosso garoto está crescendo e impressionando não só com todo seu repertório no gelo, mas fora dele.


"Eu era apenas uma criança no ano passado, e agora que eu joguei um ano com o KHL e alguns jogos aqui, minha confiança está muito maior agora... O primeiro par de jogos foi muito difícil para mim", admitiu Tolvanen sobre seus primeiros jogos. "Mas isso era enorme para ter esses dois jogos fora do caminho e só para ver o ritmo e como é o jogo aqui. Agora, eu sei que tenho que ficar mais forte, maior e mais rápido, e tenho que estar pronto quando o campo de treinamento começar... A NHL é muito mais rápida e mais física do que a KHL".


Como eu disse anteriormente, apesar de nós ter escolha apenas no terceiro round do draft deste ano, a escolha me agradou. Jáchym Kondelík foi uma boa surpresa, e parece ter agradado durante o campo. Se você não viu a apresentação não só de Kondelík mas como dos nossos escolhidos no último draft veja aqui.

Jáchym Kondelík mostrou muita evolução na sua última temporada (Foto: Michael Gallagher)

Com 2 metros de altura Kondelík se sente realizado ao ser draftado pelos Preds, e se diz admirador da franquia, fã de P.K. Subban e Filip Forsberg, rasgou elogios à camiseta e ao logo dos Preds, nossos fãs e nossos cantos na Bridgestone Arena.


"Eu acho que é engraçado, meu pai Roman Kondelík era um goleiro, e os torcedores cantavam para ele quando ele sofria um gol, então eu sempre estava rindo dele em casa. Eu não posso imaginar o quão ruim deve ser para um goleiro."


Pela sua estatura, é um central que dificilmente perde disputa física ou mesmo faceoffs mas ainda vai levar um tempo para estar conosco, ele ainda precisa ganhar velocidade mas seus números com Muskegon Lumberjacks na USHL dobraram na última temporada em relação à 2016/17; em 44 jogos ele anotou 16G 18A o que é ótima notícia para um central dessa estatura, combinação de força e agressividade com o puck. Quando chegou em Nashville, ele disse:


"Eu me senti muito cansado antes do treino, mas depois consegui a camisa ... e fiquei arrepiado, eu fiquei super feliz por estar no gelo nessa camisa...Eu preciso melhorar meu skate porque eu sou muito grande, então eu preciso ficar mais rápido. Estou trabalhando nisso, e posso ver melhorias a cada ano. Meu treino é cada vez mais difícil a cada ano ... O hóquei na NHL é sobre velocidade, e eu preciso ficar mais rápido e mais forte também".


Dante Fabbro primeira escolha de 2016 sempre merece um destaque. Atualmente, depois de Eeli Tolvanen, Fabbro é o nosso melhor prospect sem dúvida. Two-way defenseman, ou seja, com excelentes características ofensivas, o defensor é elogiado por ser um iniciador de jogadas, assim como nosso P.K. faz. Fabbro consegue achar bons passes com sua excelente visão e fazboas transições, além de ser bastante participativo na zona ofensiva com um tiro de qualidade, bom controle do puck e mobilidade, características perfeitas para o Preds Hockey. Com a Universidade de Boston ele registrou 20 assistências essa temporada, mas ele se destacou mesmo por tomar decisões na zona defensiva que chamam atenção, decisões de gente grande. De fato que com a ida de Samuel Girard para Colorado, hoje nosso defensor para o futuro é Dante Fabbro.

Dante Fabbro vem mostrando evoluçao (Foto: @The7thPred Twitter)

"Aprendemos muito ao longo da semana e os caras querem sair e jogar em situações de jogo", disse o defensor Dante Fabbro. "Foi divertido jogar contra "crianças" que você pratica a semana toda ... No geral, foi uma ótima semana e eu achei que Nashville fez um trabalho inacreditável nos preparando e garantindo que as ferramentas certas continuassem. Se eu aplicar todas as coisas que aprendemos esta semana e realmente tentarmos implementá-las na vida e no jogo, acho que será um longo caminho... Eu sei o que fizemos durante os treinos esta semana, estou fazendo muito disso em Vancouver, então vou continuar e continuar trabalhando e me esforçando".


Se Fabbro já é bem conhecido do torcedor, Hardy Häman Atkell, sueco defensor de 19 anos parece estar agradando bastante. Como eu já tenho falado muito bem dele durante toda a temporada passada, ele parece estar chamando atenção na America do Norte também. Ganhou holofotes no Develpoment Camp, as pessoas o procuravam para pedir autógrafos e tirar fotos com o jogador. Embora ainda apenas ter atuado com o time sub 20 de Skellefteå na SuperElit sueca, o jogador agora segue para IF Björklöven na Allsvenskan, a seguda liga sueca. É um ótimo lugar para se desenvolver. Vamos torcer para que ele continue crescendo como cresceu nos últimos 2 anos após ser escolhido quarta rodada do draft de 2016.


O goleiro Tomáš Vomáčka também ganha destaque entre os goleiros, mas Karel Vejmelka e Miroslav Svoboda também são nomes que me agradam, além do nosso último escolhido Milan Klouček. Eu gosto do nosso grupo de goleiros prospectos, espero ansioso que algum deles se firme um dia para estar conosco.


Tyler Moy é um bom nome em Milwaukee, apesar de poucos pontos, o central agrada no jogo defensivo, e no Future Stars Game parecia bem interessado em buscar seu espaço. Gostei do jogo dele, buscando ser participativo na zona ofensiva, foi o jogador que mais tentou ao gol adversário. A última temporada foi a primeira dele na AHL, escolha de sexta rodada do draft de 2015 o central tem 22 anos e não tinha muito o que fazer com o limitadíssimo time dos Admirals, seu melhor hockey não apareceu, mas ainda assim eu gostei muito da temporada que ele fez.


O Future Stars Game na sexta-feira dia 29/06, onde todos os nossos prospectos foram apostos em situação de jogo. Além de ser a chance de por em prática tudo que foi aprendido durante a semana, é chance de mostrar aos nossos scouts que eles merecem uma chance na liga.


O Team Gold venceu por 5-3 o Team Blue, com um hat-trick de Zach Magwood, um gol de Eeli Tolvanen e Tanner Jannot para o Team Gold. Já os gols do Team Blue foram anotados por Yakov Trenin, Grant Mismash e Pavel Koltygin.


Magwood foi um jogador convidado para o campo, e aproveitou muito bem a oportunidade que teve.


"Para ser honesto, eu apenas tentei jogar meu jogo", disse Magwood. "Tive a sorte de ter bons alas jogando ao meu redor. Espero que o hat-trick tenha dito aos treinadores apenas coisas boas. Muitas pessoas não podem dizer que tiveram uma noite como esta, mas estou apenas tentando rolar com isso agora". Bom, se ele vai ganhar um contrato já é outra história, mas parece que ele mostrou coisas boas para nossos olheiros.


Veja os highlights do jogo.





E aqui você pode ver um pouco das sessões no gelo das nossas crianças durante a semana.



18 visualizações
  • Twitter ícone social
  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social

Siga-nos

Torne-se um fã

© 2018 Nashville Predators Brasil