Apatia Ofensiva, Pekka Fazendo Milagres Na Derrota Em Detroit no Overtime

No primeiro jogo dessa dura road trip de 6 jogos com 2 back-to-back, saímos perdendo e de forma apática ofensivamente. Com mudanças no linup, estréia de Di Giuseppe, volta de P.K. Subban, Ryan Hartman na primeira linha não tivemos ações ofensivas, embora os três gols, não entramos na zona ofensiva frustrando o torcedor na derrota.

Pekka fez dos seus milagres ao longo de todo jogo e roubou um ponto para Nashville (Foto: Dave Reginek/via Getty Images)

Nashville Predators 3 - 4 Detroit Red Wings F/OT (04/01)

Gols:

🚨 Subban (3) ➡️ Ekholm (23) Grimaldi (3)

🚨 Smith (12) ➡️ Ellis (15) Josi (23)

🚨 Johansen (8) ➡️ Järnkrok (6)


Adoro quando o jogo começa com Watson brigando, normalmente a gente ganha, mas não hoje. Watson e Wtikowski tiraram as luvas, não foi lá essas coisas, mas serviu pra abrir o jogo. Cinco minutos foram jogados e nada para se relatar a não ser uma defesa de Rinne sem dificuldades, mas depois os donos da casa continuaram em nossa zona defensiva. Passamos da metade do período e nenhum disparo à gol. Embora não fizéssemos um jogo ruim defensivamente, faltava ser mais agressivos na hora de atacar, e quem mais além de Rocco Grimaldi é mais chato para roubar pucks? Mais um gol, em que, Grimaldi gerou turnover e ficou com a assistência no tento do P.K. Subban. Foi tudo que fizemos na zona ofensiva, no mais, nem entramos nela. Ainda deu tempo de Ericsson e Arvidsson irem para jaula simultaneamente por interferência e tripping respectivamente e terminou com 14-6 Detroit shoots.


Vindo de 4-on-4 oriundo do primeiro período, tivemos uma boa chance mas voltamos ao full strenght. Ryan Ellis dispara da blue line, ninguém pegou o rebote, Craig Smith aproveitou para ampliar. Mas não demora a resposta de Detroit com uma vitória de faceoff ainda em nossa zona ofensiva, para grande jogada de Athanasiou terminar na infelicidade de Pekka diminuindo placar. Miikka Salomäki sofre um duro hit na borda do gelo de Witkowski e vai para o vestiário sob protocolo de concussão e não retornou ao jogo. Em seguida Cholowski comete tripping e nos dá a primeira oportunidade de power play da noite. Chance shorthanded 2-on-1 para Detroit e Pekka salvou milagrosamente. Então voltamos ao primeiro período e passamos um bom tempo sem entrar na zona ofensiva e Pekka segue fazendo milagres quando eles empataram com Thomas Vanek no rebote. Voltamos à frente com Anthony Bitetto mas foi anulado, muito mal anulado, por interferência no goleiro. Mas não há nada que impeça Howard de fazer a defesa. Mas eles insistem nisso em nos roubas alguns golzinhos de vez em quando. Hamhuis chamado delay of game e próximo a matarmos, Vanek chamado por interferência mas o período encerra entre altos e baixos com 12-11 Preds shoots.


No terceiro, continuamos com o mesmo "jogo", se é que dá pra se dizer assim. Não tínhamos ações ofensivas, simplesmente nulo, como foi ao longo do jogo embora os dois gols. Primeira parada e os Red Wings seguem nos incomodando e Pekka se virando, Bitetto perdeu o puck e eram 3-on-0 para Rinne, e o que ele fez? Outro milagre! Descíamos da metade do período e uma vitória de faceoff em nossa zona defensiva, boa jogada que terminou no gol de Bertuzzi, virando o placar e frustrando nossa torcida. O jogo seguiu mais do mesmo. Ericsson comete holding e vai pra jaula, nada fizemos. Tiramos Pekka num movimento de pouco sucesso para os Preds, no entanto, Joey levou o jogo para o OT, acendendo a esperança do torcedor para vitória.


Mas não foi bem assim que aconteceu, já que Joey cometeu penalidade no início do overtime. Fizemos um trabalho incrível durante o LONGO penalty kill, e conseguimos sobreviver, mas realmente era uma noite infeliz, quando Larkin anotou o gol vencedor.

Frustrante, pois a forma apática como jogamos ofensivamente, realmente me chamou atenção. Tudo bem que não vínhamos de uma sequência positiva ofensivamente, embora os 6 gols contra os Caps e os 4 contra os Flyers, ficamos devendo, e dessa vez foi nossa pior performance ofensiva nos últimos anos sem dúvida. Muito apático.


"Ah! Mas vocês fizeram 3 gols..." Não me venha com essa, nós não entramos na zona ofensiva, mas quando entramos, convertemos, ou seja, se tivéssemos jogado realmente, teríamos vencido com certeza. Outra coisa que me chama atenção, é a dificuldade em enfrentar as equipes da parte de baixo da tabela. Temos sofrido para vencer esses confrontos com equipes com baixo desempenho na liga.


GAMESTATS


SOG - NSH 30, DET 39

BLKS - NSH 16, DET 15

FOW - NSH 22, DET 37

HITS - NSH 18, DET 25

PP - NSH 0/3, DET 0/2


3 STARS


⭐ Larkin

⭐⭐ Rinne

⭐⭐⭐ Bertuzzi


Peter Laviolette: "Horrível. Perdemos todas as batalhas de puck entre 50 e 50. O nosso goleiro foi incrível esta noite, do jeito que ele jogou. Tivemos três ou quatro caras que apareceram para competir em alguns discos, e nós tivemos 15 que não. Você está nunca vai ganhar assim. É impossível. É muito, muito, muito decepcionante o quão suave nós éramos."


Ryan Johansen: "Isso não foi bom o suficiente hoje. Demos dois passos na direção certa e demos um passo atrás esta noite ... Pekka nos deu uma chance, e é difícil vencer na estrada. A coisa boa é que jogamos de novo amanhã à noite, e esperamos que possamos sair com um jogo que nos orgulhamos. "


Highlights:


10 visualizações
  • Twitter ícone social
  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social

Siga-nos

Torne-se um fã

© 2018 Nashville Predators Brasil