Preds Pelo Mundo, Prospectos Defensores

Atualizado: 13 de Out de 2019

Karl Taylor treinador dos Admirals está empolgado com as novas peças, vamos falar muito do treinador então grave esse nome. Também não uma oredem de classificação, a ordem é alfabética. Então vamos aos defensores. Grandes expectativas e algumas nem tanto

DEFENSORES

ALEXANDRE CARRIER, 22 ANOS - MILWAUKEE ADMIRALS (AHL)


Falar de Alex Carrier é chato, pelo fato de ter-se criado uma enorme expectativa sobre ele e hoje parece parado no tempo, a mim, até parece desinteresse. Antes tido como defensor mais próximo da NHL, Carrier perdeu espaço. Embora sua última temporada tenha havido uma melhora em relação à anterior, não é o suficiente e estacionou no AHL Top 4 D. Teve um começo de temporada ruim, ainda que tenha se tornado um capitão alternativo, jogando ao lado de Jarred Tinordi. Só depois que Freddy Allard voltou da lesão foi que as coisas aconteceram para Carrier e ainda terminou a temporada como 4 maior pontuador da equipe com 37 pontos, mas defensivamente fica devendo muito e ainda comete penalidades bobas. Carrier é escolha de quarto round do NHL Draft 2015.


DAVID FARRANCE, 20 ANOS - BOSTON UNIVERSITY (NCAA)


É impressionante David Farrance ser ranqueado tão baixo, ficando atrás de Jérémy Davies pela mídia em Nashville. Não é possível que apenas eu acredite em seu potencial e tenha percebido que sua curva de crescimento se acentuou, principalmente na última temporada, atuando ao lado de Dante Fabbro. Fabbro liderou os BU Terriers em pontos, e David Farrance foi o segundo defensor em pontos. Farrance agora é sem dúvida o Top Defenseman de equipe e sua responsabilidade será ainda maior. Farrance é um excelente patinador e é extremamente talentoso ofensivamente, criando jogadas. Como um Two Way D, ele ainda precisa melhorar alguns aspectos defensivos. Mas ele no entanto, tem sido muito disciplinado. Farrance na minha opinião só fica atrás de Allard na corrida para NHL. O defensor de 1,80m é oriundo do NHL Draft 2017 na terceira rodada e partirá para seu último ano no colegiado.


FRÉDÉRIC ALLARD, 21 ANOS - MILWAUKEE ADMIRALS (AHL)


Sem dúvida, Freddy Allard continua a frente de seus companheiros de posição. Apesar de ter perdido um mês de temporada por lesão e ficado fora de 11 jogos, seus números como two-way foram bons. Hoje pode-se dizer que Allard é o defensor mais próximo da NHL, seu crescimento foi grande, melhorou ainda mais sua criatividade em seus passes e terminou a temporada com 29P 4G 25A em 65 jogos. Allard é escolha de terceiro round no NHL Draft 2016 e deverá atuar no primeiro par em Milwaukee.


HARDY HÄMAN ATKELL, 21 ANOS - IF BJÖRKLÖVEN (ALLSVENSKAN)


Atkell atuou no terceiro para na última temporada, fazendo alguns bons jogos. Ele terminou a temporada com 6P 1G 5A. Mas para a temporada que já se iniciou, espera-se que ele suba para o segundo par e comece a mostrar algo a mais, e logo no primeiro jogo fez um lindo one-timer gol e recentemte mais um gol. Atkell é escolha de quarto round no NHL Draft 2016 e o garoto já foi sensação no Rookie Camp 2018/19. Agora é ver até onde ele pode chegar, mas não acredito que aos 21 anos jogar a segunda liga sueca é o ideal para seu desenvolvimento. Poderia ao menos estar em Milwaukee, ou até mesmo com Florida Everblades ou Atlanta Gladiators, mais próximo de nossos treinadores de desenvolvimento.


JACOB PAQUETTE, 20 ANOS - PETERBOROUGH PETES (OHL)


Suas temporadas como capitão alternativo do Kingston Frontenacs não foram boas, mas não o culpo de tudo, já que a equipe está em rebuild e após ser trocado para o Niagara IceDogs as coisas começaram a fluir naturalmente tal qual seu potencial. Para se ter ideia dessa diferença, no início da última temporada eram 4 pontos em 24 jogos com os Frontenacs, mas em Niagara ele registrou 23 pontos em 33 jogos. Altamente disciplinado, o defensor tem boa leitura e sabe a hora de atacar seu adversário. Ainda precisa melhorar seus tiros à gol mas defensivamente não deixa a desejar. Já para a temporada que se inicia, Paquette irá jogar em Peterborough, ainda que eu ache melhor para ele ter continuado em Niagara juntamente com Philip Tomasino, os Petes não serão problema para ele.


JÉRÉMY DAVIES, 22 ANOS - MILWAUKEE ADMIRALS (AHL)


Sinceramente, eu não espero muito de Davies. O pouco que o conheço não me agrada, comete erros bobos na zona defensiva, a única diferença entre ele e Matt Irwin para mim é a questão da idade. Davies é jovem e pode crescer nas mãos de Karl Taylor, mas eu não apostaria nisso, mesmo que o treinador dos Ads tenha dito que Davies será uma adição fundamental em Milwaukee. A mídia em Nashville o coloca a frente de David Farrance no ranking de nossos prospectos. Eu lhe asseguro que David Farrance tem mais potencial, e vive um momento estável. Jérémy Davies ainda comete penalidades tolas comprometendo o time. Davies é oriundo da troca que envolveu P.K. Subban para o New Jersey Devils e depois de completar seus anos no colegiado irá ser parte integrante do corpo de defensores em Milwaukee.


MARC DEL GAIZO, 19 ANOS - UNIVERSIDADE DE MASSACHUSETTS (NCAA)


Antes de partir para o colegiado, o jogador deixou boas impressões na USHL com o Muskegon Lumberjacks (USHL) e no seu primeiro ano na NCAA registrou 29P 13G 16A em 41 jogos. Se eu mesmo fosse fazer um ranking como a mídia em Nashville faz, seria mais um jogador que poria a frente de Davies quanto ao potencial. Um jogador que contribui muito no power play; quase metade de seus gols vieram em vantagem numérica. Tem uma boa aceleração e patinação. Acredito em seu crescimento. Gaizo foi escolha de 4 rodada no último NHL Draft 2019.


SEMYON CHISTYAKOV, 18 ANOS - TOLPAR UFA (MHL)


Chistyakov é escolha de quarta rodada do último Draft, 2019. Não o conhecia, mas pelo que pude pesquisar, ele fez uma participação que chamou atenção no último World Juniors. Ganhou destaque na competição pelo dinamismo na linha azul. Parece-me um jogador que sabe se posicionar gerando turnovers e patina muito bem. Iniciou sua segunda temporada na MHL com 2 pontos em 4 jogos. Ficaremos de olho.


SPENCER STASTNEY, 19 ANOS - UNIVERSIDADE DE NOTRE DAME (NCAA)


Seu primeiro ano na NCAA foi dramático, pouco tempo de gelo, 4 pontos em 39 jogos. Stastney teve dificuldades de se adaptar ao colegiado, defensivamente ainda comete erros primários e oferece muito pouco ofensivamente ou quase nada. Eu não creio que ele irá muito longe apesar de que a expectativa é que ele possa ganhar mais tempo de gelo essa temporada. Stastney é escolha de quinta rodada do NHL Draft 2018.


VLADISLAV YERYOMENKO, 20 ANOS - DINAMO MINSK (KHL)


Apesar de algumas críticas que recebe, Yeryomenko na minha opinião é melhor que alguns defensores melhores ranqueados em Nashville. Eu gosto como ele desempenha seu papel de Two-Way D. Ele patina muito bem, é rápido, faz boas transições e acho que ele tem um raciocínio rápido na hora de defender, ainda que cometa algumas falhas de posicionamento na zona defensiva. Fizeram uma estatística sobre a última temporada, ainda quando ele atuava pelo Calgary Hitmen, que ele recordou 3,62 gols sofridos por jogo quando ele estava no gelo, mas se você olhar para o plus/minus dele, é de 8 positivo, então para mim esse levantamento não faz muito sentido. Partindo para a KHL, as pessoas acreditam que seu tempo de gelo deve diminuir; ele não iniciou nos primeiros jogos, mas vem atuando no primeiro par nos últimos 7 jogos seguidos, parece estar ganhando espaço, inclusive anotou seu primeiro gol na KHL. Yeryomenko é escolha de quinto round do NHL Draft 2018 e grande escolha.


Fontes: (www.ontheforecheck.com), (www.eliteprospects.com), (www.voltigeurs.ca), (www.fightinghawks.com) , (https://gopetesgo.com), (https://goterriers.com/)

28 visualizações
  • Twitter ícone social
  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social

Siga-nos

Torne-se um fã

© 2018 Nashville Predators Brasil