Preds Vencem Com Um Shut Out


Reedição da última semi-final de Conferência, as equipes entraram no gelo em ritmo frenético lembrando jogo de playoff. De certa forma estamos criando uma boa rivalidade aqui. As equipes foram intensas do início ao fim, Pekka foi espetacular e nos deu o shut out. A grande atuação quase impecável da nossa defesa. A fantástica atuação da quarta linha. O jogo também marcou a partida de número 400 na carreira de Ryan Ellis.

Ryan Ellis registrou 400 jogos na carreira (Foto: Jonh Russell/via Getty Images)

FORWARDS

Forsberg-Johansen-Arvidsson

Fiala-Turris-Smith

Järnkrok-Bonino-Hartman

Rinaldo-Sissons-Salomäki


DEFENSEMEN

Ekholm-Subban

Josi-Ellis

Hamhuis-Weber


Rinne

Saros


O jogo começa como era de esperar, Preds e Jets vem fazendo nos dois últimos anos jogos bem movimentados e repletos de gols. Com cinco minutos de período as equipes buscavam o ataque o tempo todo e com bons disparos que foram parados pelos goleiros. Pekka teve mais trabalho. Metade do período e a quarta linha está simplesmente consistente. Excelente no forecheck e no trabalho ofensivo e conseguiu manter um shift de mais de um minuto sem que os Jets saíssem de sua zona defensiva. Chiarot inaugura a jaula e outra vez não conseguimos fazer nada durante os dois minutos, incluindo chances dos Jets no shorthanded. Mas ao mesmo tempo que Chiarot saia do penalty box, Laine comete hi sticking e ganha como punição um double minor. Preds 4 minutos de power play e conseguiu ser ainda pior, foram apenas 2 tiros em 4 minutos e muitos giveaways facilitando o trabalho defensivo dos Jets. Pelo menos a nossa postura defensiva melhorou muito bem em relação aos jogos dos Playoffs. Fim do primeiro período zerado e 12-11 Jets shots.

O segundo período as equipes mantém o rítmo , mas pouco mais de 3 minutos Ryan Hartman fazer excelente jogada e para no fundo das redes abrindo o placar para os Preds. Dai em diante foram uma sequência de penalidades dos Jets, tiivemos outro power play em um 5-on-3 e novamente nada. Talvez por causa do excesso de penalidades os Jets ficaram da sua zona ofensiva e ao fim do período foram 13-2 Preds shoots e Hallebuyck faz boas defesas. A nota ruim é que não conseguimos marcar um gol se quer em powerplay.

Terceiro período começou com os Jets disposto a estragar a nossa festa, e partiram para o ataque. Eles foram melhores ao longo do período, com Pekka fazendo excelentes defesas que ia lhe garantindo o Shut Out. Passamos da metade do período e Roman Josi consegue um lindo one-timer goal, após excelente recuperação de Hartman na zona defensiva, deixando o puck com Ellis para Josi aumentar o placar para 2-0 Preds. Os Jets insistiam e tentavam o gol o tempo todo e Pekka fazia grandes defesas. Mas Ryan Johansen em uma jogada da JOFA line, fez grande movimento para fazer um belo backhand goal o terceiro dos Preds com assistências de Forsberg e Arvidsson, fazendo 3-0 Preds. Joey fez um gol como ele deve ser feito. Joey sabe trabalhar com habilidade e diferentemente como das inúmeras oportunidades perdidas de frente ao goleiro, dessa vez ele foi frio e usou da habilidade para anotar um belo gol. Em seguida Pekka faz a defesa do jogo no shorthanded breakaway dos Jets. Final 3-0 Preds com 30-19 Preds shoots.


O jogo foi bastante equilibrado intensidade do início ao fim, mas usamos da individualidade para vencer Connor Hallebuyck com belos gols na partida. Definitivamente Laviolette trabalhou com vídeos e sessões no rink para corrigir os erros dos Playoffs. Durante a última pós-temporada no segundo round contra os Jets, não havia nenhum trabalho na slot, com o time de Winnipeg sempre encontrando um jogador livre para passar o puck ou aproveitar um rebote, assim nasceram mais de 65% dos gols dos Jets. No jogo desta última noite (11/10) os Jets foram nulos na slot, com uma postura, formação e estratégia totalmente diferente para o jogo. Anulamos o trabalho pelo centro dos Jets. Fomos intensos nas três zonas do gelo, com boas jogadas, conseguimos excelentes recuperações e nossa excelente transições em velocidade. Ontem vimos mais um hockey lembrando o da temporada regular de 2017/18.

Zac Rinaldo muito bem neste início de temporada, foi um grande jogo dele ontem (Foto: John Russell/via Gett Images)

A quarta linha foi fantástica, boas recuperações e transições. diminuindo de espaços, sendo agressivo no forecheck, e Laviolette mudou a estratégia, antes a quarta linha jogava no crash the net, hoje usa o carry option. Funcionou perfeitamente, Zac Rinaldo conseguiu bons 4 hits que gerou turnovers, foi atuante na zona ofensiva com bons passes. Miika Salomäki, Freddy Gaudreau junto ao Rinaldo foram impecáveis, com um forecheck que não se via na quarta linha na última temporada.


Joey, ah o Joey. Sabe o Joey? Então ele foi muito bem no jogo de ontem, foi o jogador que mais tentou ao gol adversário, criou jogadas, trabalhou bem com Filip e Arvy e ainda conseguiu um gol fantástico. Ryna Hartman foi esplendoroso também na partida, atuante nas três zonas do gelo com mais de duas recuperações na zona defensiva, inclusive que terminou em gol


E o nosso power play hein? Já tivemos 11 oportunidades e 0 gols. Pois é pra quem vê no gelo, é de doer. Não conseguimos criar nada, são apenas troca de passes caprichosos, Joey atrasa o jogo, perdemos o puck, Jets teve 3 oportunidades breakaway shortanded. Incrível o que está acontecendo, exatamente como no mês de março onde fomos o pior da liga. Hoje já somos o pior power play da liga. Não acontece absolutamente nada, não oferecemos perigo algum. Duas oportunidades de 5-on-3 e mais um double minor, nada disso é suficiente para conseguirmos atacar e gerar perigo. Hallebuyck não tem nem com o que se preocupar, ninguém faz power forward atrapalhando o goleiro adversário. As vezes a impressão que dá é de full strenght no gelo.


FIcamos como pontos positivos da incrível atuação defensiva do nosso time ontem, Subban depois de ter dito em entrevista que fez sua pior atuação com os Preds no último jogo na derrota por 3-0 contra os Flames, deu a reposta, assim como Roman Josi, anulando o trabalho pelo centro dos Jets. Foram inúmeras recuperação grande parte delas na zona neutra também. Grande marcação e posicionamento na zona defensiva. Isso é fantástico considerando a péssima atuação da nossa defesa no último jogo. A JOFA line foi incrível com Joey sendo atuante, mas aquela né, mesmo quando ele faz jogos como este ele consegue passar alguns momentos apagado no jogo.


Peter Laviolette falou sobre o power play zerado na temproada: "Você tem que trabalhar para isso e dá atenção extra, mas temos uma tremenda confiança nos caras no gelo. Eu não vejo isso como um problema a longo prazo. Temos que trabalhar isso".


Pekka Rinne: "Acabamos de perder contra eles nos playoffs, e você pode sentir isso. Houve muita emoção no gelo. Achei que o primeiro período foi o hóquei mais rápido até agora nesta temporada ... e no terceiro período, nós jogamos muito espertos".


Roman Josi: "Jogando um jogo como esse, achei que foi um jogo muito rápido desde o começo. Eles são uma ótima equipe, e toda vez que jogamos é uma boa partida. É bom conseguir essa vitória."


Ryan Johansen; "Foi o passo que queríamos dar. Não estávamos felizes com o nosso último jogo em casa, por isso foi uma boa recuperação para o nosso grupo e vencer um time que provavelmente teremos de enfrentar nos playoffs. Vamos ganhar alguma confiança a partir daí".


Ryan Ellis: "Eles são um time muito rápido e altamente qualificado, e eu sinto que somos iguais. Parecia mais um jogo de playoff, apenas o ritmo. Eles jogaram rápido, jogamos rápido e achei que foi um bom jogo de hóquei."


GAMESTATS

SOG - WPG 29, NSH 30

BLKS - WPG 6, NSH 6

FOW - WPG 27, NSH 28

HITS - WPG 19, NSH 19

PP - WPG 0/2, NSH 0/9


3 STARS

🌟Pekka (29-29 SV, 100% SV, Shutout)

⭐⭐Hartman (2P 1G 1A, 1BLK, 2+)

⭐⭐⭐Josi (1P 1G, 2BLKS, 1+)

Pekka Rinna primeiro shut out na temporada e 52º na carreira (Foto: John Russell)

Highlights:



10 visualizações
  • Twitter ícone social
  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social

Siga-nos

Torne-se um fã

© 2018 Nashville Predators Brasil