Preds na California, Derrotas para Ducks e Sharks no Back-To-Back


Nashville Predators 1 - 2 Anaheim Ducks F/SO (13/11, Anaheim Califórnia 01:00 da manhã)

Goal: 🚨 Kevin Fiala (2) ➡️ Turris (11) Smith (3)


Com algumas baixas chegamos à California para enfrentar os Ducks com Dan Hamhuis e Viktor Arvidsson (IR) e Järnkrok healthy scratch, Laviolette surpreendeu ao colocar Tony B. para atuar na quarta linha. Foram 8 oportunidades de power play desperdiçadas ao longo da partida.


FORWARDS

Forsberg-Johansen-Sissons

Fiala-Turris-Smith

Salomäki-Bonino-Hartman

Bitetto-Gaudreau-Rinaldo


DEFENSEMEN

Josi-Ellis

Ekholm-Subban

Irwin-Weber


GOALIES

Rinne

Saros


As equipes inciaram a partida alternando bons shifts, com todas as linhas, um jogo lá e cá mas o primeiro período passou em branco para ambos. No segundo diminuímos o ritmo e conseguimos fazer Gibson trabalhar apenas nas 3 oportunidades de power play do período, no mais, os Ducks foram melhores e conseguiram seu gol restando 30 segundos para o intervalo, um puck que se perdia desvia em Josi e vai para o gol. Três minutos jogados terceiro período e exercíamos um bom forecheck, que resultou num lindo tiro de Kevin Fiala empatando a partida. Fomos melhores ao longo do período mas não convertemos, muito por conta dos Ducks estarem muito bem defensivamente na partida e assim fomos para o overtime. Poderíamos ter evitado os shoot outs se não fosse John Gibson, que fez 10 defesas em 5 minutos de OT. Pressionamos, agredimos, mas não convertemos e foi inevitável o tiroteio. Turris converteu enquanto Forsberg, Ellis e Fiala perderam, para os Ducks, Ǻberg e Rakell converteram para Anaheim.


Quando enfrentamos equipes forte fisicamente, nós jogamos de igual para igual, inclusive em hits, se você tirar os dois primeiros jogos onde alcançamos mais de 20 hits em cada, o que não é comum, considerando que somos a equipe que tem o número mais baixo nesse quesito na liga. Mas é bom ver que não nos recuamos diante de equipes fortes no jogo físico, foi assim com Vegas, líder no ranking, também Tampa Bay, Jets e Bruins.


Ryan Ellis: "Tivemos muito mais para dar. Anaheim jogou bem. Dê-lhes crédito, eles estavam movimentando os pés, eles estavam fazendo jogadas, mas eu pensei que não éramos a melhor versão de nós mesmos hoje à noite. Tudo se resume a um shoot out, e não era o nosso jeito desta vez... Estamos encontrando maneiras de ganhar pontos, mas queremos dois a cada jogo", disse Ellis. "Tivemos a sorte de conseguir pontos e gols em tempo hábil, mas temos um back-to-back difícil, e esperamos que seja uma versão melhor amanhã."


Peter Laviolette: "Na primeira metade do jogo, tentamos trocar as unidades, e é muito difícil passar sem tempo de treino. Eu levaria esse em mim. Estava tentando algo diferente aqui e nós trocamos de volta no final. Eu pensei que nós começamos a ter algumas aparições na prorrogação. Nós poderíamos ter vencido o jogo várias vezes no jogo de poder, e simplesmente não foi para nós ... Tem que ser melhor, mas houve uma enorme quantidade de olhares ".


Highlights:



Nashville Predators 4 - 5 San Jose Sharks (14/11, San Jose, Califórnia, 01:30 da manhã)

Goals: 🚨 Smith (5) ➡️ Johansen (15) Forsberg (6)

🚨 Forsberg (11)

🚨 Forsberg (12) ➡️ Smith (4)

🚨 Grimaldi (1) ➡️ Fiala (7) Irwin (1)


Hora de enfrentar os Sharks no SAP Center e com a volta de Rocco Grimaldi, após ser healthy scratch no último jogo.


FORWARDS

Forsberg-Johansen-Sissons

Fiala-Turris-Smith

Salomäki-Bonino-Hartman

Rinaldo-Gaudreau-Grimaldi


DEFENSEMEN

Josi-Ellis

Ekholm-Subban

Irwin-Weber


GOALIES

Saros

Rinne


Tivemos um dos piores períodos da temporada até aqui, demos apenas 5 tiros no primeiro período enquanto os Sharks abriam o placar no terceiro tiro à gol com Sorensen aproveitando um vacilo na zona defensiva após a boa pressão. Dois minutos depois, Joe Pavelski aproveita o power play para ampliar o marcador. Era metade do período e não entramos na zona ofensiva, não demos um tiro se quer à gol. Um lance bizarro na zona defensiva onde nossos jogadores cometeram erros em cascata deixando a zona livre para Suomela fazer o terceiro gol dos Sharks. Foram 18 disparos sofridos apenas no primeiro período, Saros evitou um placar ainda maior, literalmente foi um período tenebroso.


Os caras foram para o vestiário e conversaram sobre o que não fizeram no gelo nos primeiros 20 minutos e voltaram para o segundo com outro impeto, já logo no primeiro shift eles mostraram que estavam a fim de buscar o resultado ainda que o buraco esteja fundo, lembrando bons tempos de jogos de recuperação na reta final da última temporada regular quando conseguimos 4 vitórias consecutivas saindo de 2 gols em desvantagem, foi um total de 8 vitórias de virada em 11 jogos entre fevereiro e março. Após boa pressão, Craig Smith diminui a peleja. Pouco mais de um minuto depois, erro dos Sharks na zona neutra e Filip Forsberg no breakaway não perdoou. Defensivamente também eramos melhores com boas recuperações e foi assim que iniciou a jogada do gol de empate com Forsberg, Craig Smith fez um excelente trabalho na zona defensiva recuperando o puck para uma transição em velocidade.


No início do terceiro período, outra recuperação na zona defensiva, Rocco Grimaldi deita e rola pra cima de Joakim Ryan e deixa Martin Jones na saudade anotando um lindo gol e virando a partida para 4-3. O período seguiu com chances para ambos os lados mas foi Joe Pavelski que marcou empatando o jogo. Treze segundos depois Joe Thornton anota o gol da virada e seu 400° gol na carreira.


Um grande jogo de hockey, viradas para os dois lados mas o déficit do primeiro período custou muito caro para correr atrás da vitória.


Peter Laviolette: "Péssimo primeiro, bom segundo, de ida e volta no terceiro. Nós cometemos alguns erros no final que nos custaram, e tivemos muitas chances de empatar 5-3 ou até mesmo voltar para empatar novamente, mas isso não foi bom para nós."


Filip Forsberg: "Foi um começo ruim, essa é realmente a única maneira de explicar isso... mas depois disso, esse grupo é apenas tentar se recuperar, e o segundo período foi bom. O que eles fizeram para nós no primeiro, nós fizemos para eles no segundo. Houve obviamente muito arrependimento no quarto após o primeiro e nós saímos e mostramos isso no segundo."


Highlights:


Preds agora viaja até o Arizona onde enfrenta hoje (15/11, ou amanhã) à 00:00h (horário de verão) para enfrentar os Coyotes na Gila River Arena onde faz seu último jogo desta road trip e voltar para Nashville no Sábado para enfrentar os Kings.

5 visualizações
  • Twitter ícone social
  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social

Siga-nos

Torne-se um fã

© 2018 Nashville Predators Brasil