Preds Demite Peter Laviolette; Repentino, Porém Sem Surpresas

No início desta noite, 06/01/2020, o presidente David Poile anunciou o desligamento do treinador Peter Laviolette e seu treinador associado Dan McCarthy da franquia de Nashville.



É repentino, mas eu estava apenas esperando a data que isso fosse acontecer, dado tudo que tem ocorrido desde a eliminação para o Winnipeg Jets nos playoffs há duas temporadas. Dan Muse, treinador assistente foi o único que ficou juntamente com os outros assistentes. Ainda não há um nome indicado como interino, há nomes como Karl Taylor (treinador do Milwaukee Admirals), mas não acredito que ele seja nomeado por ser jovem. Temos o próprio Dan Muse que se tornou o superior imediato com as ausências dos treinadores demitidos.

Peter Laviolette alcançou grandes feitos com a franquia, levando às finais da Stanley Cup na temporada 2016/17. Com alta expectativa veio a temporada seguinte e o treinador conseguiu fazer uma equipe consistente e com hockey super envolvente o que nos levou ao Presidents Trophy. Mas veio a pós-temporada e a série contra os Jets foi um Deus nos acuda, você olhava para o gelo e via que o time parecia mal treinado, cometendo erros tolos nas 3 zonas do gelo, meio na base do cada um por sí, o apagão defensivo que fez Justin Byfuglien pintar e bodar com nosso capitão Roman Josi e Ryan Ellis. Um time sem brio e totalmente desorganizado. Os gols sofridos contra os Jets foram praticamente todos semelhantes, erros tolos na slot, erros de posicionamento defensivo e na temporada seguinte isso continuou, mostrando que não aprendemos nada. Na temporada 2018/19, o título da Divisão Central caiu em nosso colo, em meio tantas oscilações e péssimas apresentações conseguimos ainda com vacilo dos Jets terminar em primeiro na Divisão, mas com 5 ou 6 jogos a mais de regular St. Louis Blues ficaria facilmente com o título. O time viveu de altos e baixos e na minha ótica, mantinha a mesma opinião desde os Jets, que nosso treinador perdeu a mão do time, quem acompanha sabe que venho pregando isso ha um tempo. A série contra Dallas, foi praticamente um revival dos Jets mas com a dinâmica diferente. E novamente não tiramos nada de lição já que ainda não vencemos os rivais do Texas desde então, enfrentando as mesmas dificuldades.


Laviolette conseguiu vindo de uma final de Stanley Cup, registros históricos na temporada 2017/18 sendo a melhor campanha da franquia com 117 pontos 53-18-11, 10 vitórias consecutivas nessa temporada, e com o Presidents Trophy, o primeiro Título de Divisão, mostrou durante esse período ser um técnico capacitado, no entanto, a pós-temporada ficou a desejar e a pressão sobre ele era grande sobre um melhor desempenho nessa temporada. Nós conseguimos iniciar esta temporada com o melhor início ofensivo da história, entretanto, isto não se sustentou, o hockey mal jogado, o time mal treinado, os jogadores que estão devendo, a defesa que desapareceu, infelizmente as exibições se tornaram-se insustentáveis e aqui estamos falando da demissão de um treinador que conseguiu grandes conquistas com a franquia mas que já atingiu seu limite e perdeu o rumo.


Laviolette chegou para temporada 2014/15 e marcou um recorde de 248-143-60 em 451, isso significa a sexta melhor campanha na liga durante este período, um aproveitamento de 61,6% dos pontos. Disparado de longe seu melhor trabalho, comparando quando treinou os Flyers e os Hurricanes. Peter Laviolette aumento seu nível de conhecimento do jogo, cresceu como treinador, mas tudo se desgasta e aqui estamos


David Poile: "Sob a liderança de Peter Laviolette e Kevin McCarthy, nossa organização alcançou níveis sem precedentes - desde a alteração da franquia até a final da Stanley Cup até, o troféu de presidentes e nossos dois primeiros títulos da Divisão Central. A paixão pelo jogo, a capacidade de motivar uma equipe e o desejo de ser o melhor tornam essa decisão difícil. Em nome de toda a organização, gostaria de agradecer a Peter e Kevin por todas as suas contribuições aos Nashville Predators nos últimos anos. cinco temporadas e meia ".


Sean Henry: "Dentro e fora do gelo, as famílias Laviolette e McCarthy deixaram uma marca indelével em toda a comunidade de Smashville", disse o presidente e CEO dos Predators, Sean Henry. "Enquanto Peter e Kevin trabalhavam para tornar nossa equipe no gelo uma das elites, suas esposas, Kristen e Rhonda, lideraram incontáveis ​​projetos de caridade para Nashville que causaram um impacto duradouro, mudaram vidas e pelos quais devemos a eles uma dívida de gratidão."


Não há muitas opções no mercado, mas conhecendo Poile e vendo que é quase unanimidade, Mike Babcock não será o substituto. Tem se falado bastante em Peter DeBoer, demitido recentemente do San Jose Sharks, disse que os Preds não o contatou.

Aguardemos cenas dos próximos capítulos, mas não há surpresas aqui, vide o desempenho pífio da equipe há duas temporadas.

9 visualizações
  • Twitter ícone social
  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social

Siga-nos

Torne-se um fã

© 2018 Nashville Predators Brasil