Os Preds Varrem New York


Saros em grande noite estreia com vitória (Foto: Mike Stobe/Getty Images)

Tínhamos novidade na formação de hoje, Kevin Fiala que teve um início ruim contra os Rangers desceu para quarta linha enquanto Calle Järnkrok subia para a segunda. O treinador Peter Laviolette disse que era mais uma chance de mais tempo no gelo para Järnkrok do quê uma oposição ao jogo de Kevin. Fiala havia escorregado e saiu rindo e não conseguiu dominar um puck simples com o gol aberto no jogo contra os Rangers, mas considero com acidentes de um primeiro jogo. Fiala continua o nosso menino, embora pareça uma pouco ansioso em anotar o gol. Nosso garoto vem tentando, e atuando na quarta linha ontem, foi bem assim como a linha. Então fomos assim para o gelo:


FORWARDS

Forsberg-Johansen-Arvidsson

Järnkrok-Turris-Smith

Sissons-Bonino-Hartman

Fiala-Gaudreau-Rinaldo


DEFENSEMEN

Josi-Ellis

Ekholm-Subban

Bitetto-Weber


GOALIES

Saros

Rinne

Começamos bem o jogo e menos de 4 minutos, Ryan Ellis e uma boa recuperação na zona defensiva, Forsberg deixou Arvy no 1-on-1 e ele deslizou o disco entre as pernas para passar pelo marcador e anotar o primeiro gol da partida. Craig Smith comete interferência e vai para a jaula, aniquilamos com Juuse fazendo duas boas defesas. Rinaldo fez boa jogada encontra Joey em frente ao gol e não conseguiu marcar, em seguida contra-ataque dos Isles e Saros faz outra excelente defesa, mas perde o controle do puck e cruza a linha do gol empatando o jogo, 1-1. Os Preds vencem faceoff na zona neutra, o puck fica com Ekholm que carrega até o lado esquerdo da slot e finaliza, 2-1 Preds e assim o período termina com os Preds 12-7 em tiros à gol.

No primeiro tiro contabilizado do segundo período, depois de um rebote na trave e os Isles empatam com Tanner Fritz. Em seguida Arvy comete tripping e vai para a jaula e aniquilamos de novo. Os Isles pressionaram bastante os Preds e na metade do período tínhamos apenas dois disparos à gol nesta etapa, enquanto os Islanders tinham 8, não melhorou depois da parada do período enquanto Saros se virava, o time da casa passava fácil pela zona neutra, mas em outra grande recuperação de Ryan Ellis e Craig Smith troca passes com Kyle Turris para fazer um lindo disparo sem chances para Greiss e Preds na frente pela terceira vez.


Não demora muito o Joey que nós queremos fazendo boa partida fez uma excelente jogada, transição em velocidade, fica fácil jogar ao seu lado quando ele está em noites como essa e Arvy ficou tranquilo para anotar o seu segundo gol na noite. Zac Rinaldo vai mais uma vez para o penalty box na temporada e os Isles aproveitaram muito bem com boa troca de passes terminando no gol de Anders Lee diminuindo o placar em um gol de vantagem para os Preds. O período se encerra com 15-6 Isles shoots.

O período final se inicia e os Preds logo tem uma oportunidade de Power play com Komarov indo pra jaula por holding. Turris comete tripping e deixa o jogo 4-on-4 por 20 segundos. O período seguida com momentos alternados e tivemos chances parando em Greiss enquanto Juuse estava respondendo muito bem. Tivemos mais um 4-on-4 mas desta vez por dois minutos já que Eberle e Forsberg entraram numa batalha de sticks e foram chamados por slashing, mas nada de gols. Restando 2 minutos para o fim do jogo o New York Islanders tirou Greis e foi para o extra attacker, Preds e Saros em grande noite de estreia na temporada seguram o resultado, final 4-3 Preds

JOFA line mais uma noite muito bem na zona ofensiva (Foto: Mike Stobe/Getty Images)

Ryan Ellis imponente na zona defensiva, nossos dois primeiros pares bem como sempre, embora alguns perigos pudessem ser evitados, enquanto a JOFA está dando sinais de uma produção maior de pontos nesta temporada. Evidente que ainda é cedo para dizer qualquer coisa, mas definitivamente foi um excelente início na estrada e uma varrida na Cidade de Nova Iorque, contra Rangers e Islanders respectivamente.


No primeiro gol dos Islanders a crítica não é tão simples quanto parece, Saros fez a defesa e o juíz apitou, o puck cruzou a linha quando Saros não pôde senti-lo por entre as pernas. Os árbitros revisaram a jogada e validaram o gol de empate do time da casa. Talvez Saros tenha se movido após ouvir o apito e quando mexeu suas pernas o puck escapou. Não dá pra considerar culpado neste gol. Mais uma grande noite do nosso jovem para o futuro na